tratamentos cirurgicos,
cirurgia da calvície - microenxertos




Tipo: Cirurgico
Duração: Sem informação. (...)
Complexidade: 4 de 5
Cirurgia da Calvície - Microenxertos

objectivos do tratamento


Trazer de volta o cabelo ao paciente, após a solução das causas orgânicas, metabólicas ou outras, utilizando técnicas de transplante cada vez mais naturais.

aspectos principais


Exige a mesma atenção dada a outras doenças, uma vez que atinge milhares de homens e mulheres em Portugal.

Trata-se de um problema hereditário (genético) e relacionado ao sexo - mais frequente nos homens.

As manifestações podem ocorrer na adolescência ou apenas em idades mais avançadas.

Estudos mostram outras causas para a perda dos cabelos: doenças nervosas, metabólicas, dermatológicas ou exposição a radioterapia.

Factor agravante: uso de gorros, chapéus e bonés que não permitem a adequada oxigenação e arejamento do couro cabeludo em locais abafados.

O uso de perucas para quem está a perder ou tem pouco cabelo é outra medida prejudicial.

Existem várias técnicas ultrapassadas (punch, rotação de retalhos, expansor de pele) que resultam numa aparência estética artificial e com resultados menos bons.

Microenxertos

O transplante por meio de mini e microenxertos é até hoje o que produz resultados mais satisfatórios. Em calvícies pouco extensas com apenas 1 cirurgia obtêm-se resultados excelentes.

Consiste na remoção de uma faixa de couro cabeludo da área dadora, que é fatiada em enxertos com 1 a 3 fios cada um, que são transplantados individualmente para a área receptora.

Para casos de calvície mais extensa, existe a possibilidade de realizar 2 ou 3 etapas variando conforme a extensão e da área doadora, com um intervalo de 3 meses, em média.

É usada anestesia local e sedação a fim de que o paciente se mantenha relaxado.

Por ser uma cirurgia trabalhosa, leva em média de 3 a 5 horas, sendo o procedimento realizado por uma equipa de 5 pessoas.

cuidados pré e pós operatórios


Diminuir o fumo, bebidas alcoólicas, medicações, principalmente as que contêm ácido acetil salicílico, por 15 dias antes da cirurgia.
 
Lavar a cabeça com sabonete antisséptico indicado pelo médico 2 dias antes da operação.
 
Faz-se um penso com faixa, tipo turbante, que é retirado após 02 dias.
 
No 2º dia após a cirurgia o edema já começa a desaparecer, desde que se tome certos cuidados, como não abaixar a cabeça e dormir com a mesma elevada por alguns dias e de tomar a medicação recomendada.
 
Com a remoção do penso, o paciente volta as suas actividades normais.
 
É comum surgirem crostas que desaparecem com as lavagens diárias após o 15º dia.
 
Muitos fios transplantados caem voltando a crescer definitivamente em 60 dias. Por volta do 4º mês atingem 1,5 cm de altura.
 
Os pontos na área dadora são retirados entre o 7º e o 14º dia.
 
Poderá ser necessário recorrer ao médico para o acompanhamento e limpeza da área transplantada.
 
Por volta do 6º mês se pode avaliar a eficácia do procedimento.

tempo de duração da cirurgia


Sem informação.

outras considerações


Sem informação.

  • Imagem Intro